[Letras de músicas]


Páginas (10): « Anterior 1 ... 5 6 7 8 9 10 Próximo »
93 respostas neste tópico
 #61


Spoiler: The Battle of Evermore  
The Battle Of Evermore

Queen of light took her bow
And then she turned to go
The prince of peace embraced the gloom
And walked the night alone

Oh, dance in the dark of night
Sing to the morning light
The dark lord rides in force tonight
And time will tell us all

Oh, throw down your plow and hoe
Rest not to lock your homes
Side by side we wait the might
Of the darkest of them all

I hear the horses thunder
Down in the valley below
I'm waiting for the angels of Avalon
Waiting for the eastern glow

The apples of the valley hold
The seeds of happiness
The ground is rich from tender care
Repay, do not forget, no, no

Dance in the dark of night
Sing to the morning light
The apples turn to brown and black
The tyrant's face is red

Oh, in war is the common cry
Pick up you swords and fly
The sky is filled with good and bad
That mortals never know

Oh well, the night is long
The beads of time pass slow
Tired eyes on the sunrise
Waiting for the eastern glow

The pain of war cannot exceed
The woe of aftermath
The drums will shake the castle wall
The ring wraiths ride in black, ride on

Sing as you raise your bow
Shoot straighter than before
No comfort has the fire tonight
That lights the face so cold

Oh, dance in the dark of night
Sing to the morning light
The magic runes are written in gold
To bring the balance back, bring it back

At last the sun is shining
The clouds of blue roll by
With flames from the dragon of darkness
The sunlight blinds his eyes
Responder
 #62
Estava assistindo Cocotas e Tanques, então em homenagem ao anime:

Katyusha
Mikhail Isakovsky



Spoiler: Letra  
Rastsvetali yabloni i grushi,
Paplyli tumany nad rekoy.
Vykhodila na bereg Katyusha,
Na vysokii bereg na krutoy.
Vykhodila, pesnyu zavodila
Pro stepnogo, sizogo orla,
Pro togo, katorogo lyubila,
Pro togo, ch'i pis'ma beregla.
Oy ty, pyesnya, pyesenka devich'ya,
Ty leti za yasnym solntsem vsled.
I boytsu na dal'nem pogranich'e
Ot Katyushi peredai privyet.
Pust' on vspomnit devushku prostuyu,
Pust' uslyshit, kak ona payot,
Pust' on zemlu berezhyot rodnuyu,
A lyubov' Katyusha sberezhyot.
Responder
 #63
O Chamado do Bar
Matanza


Não devo nada pra ninguém,
Bebo se eu estiver a fim.
Minha vida é minha,
E a sua que se foda!


Spoiler:  
O Chamado do Bar
Matanza

Dia quente, pestilento, sem porquê.
Não consigo nem pensar no que fazer...
Eis que de repente eu vejo tudo melhorar,
Como se eu pudesse ouvir o copo me chamar!

Vem pro bar, vem pro bar, vem pro bar!
Vem pro bar, vem pro bar, vem pro bar!

Não devo nada pra ninguém,
Bebo se eu estiver a fim.
Minha vida é minha,
E a sua que se foda!
Responder
 #64
Talk Dirty To Me - Poison
Fale Sacanagem Para Mim

Você sabe que eu nunca
Nunca te vi parecer tão bem
Você nunca age da maneira que deveria agir
Mas eu gosto

E sei que você também gosta
Do jeito como eu te quero
Eu tenho que ter você
Oh, sim, eu vou

Eu nunca, eu nunca fiquei fora até tarde
Você sabe
Que eu mal posso esperar
Só pra ver você

E eu sei que você não pode esperar
Esperar para me ver também
Eu tenho que te tocar

Porque querida estaremos
No drive-in
No Ford do meu pai
Atrás dos arbustos

Até eu gritar por mais
Lá embaixo no porão
Tranque a porta e garotinha
Fale sacanagem para mim
(Foda Icon_lol)

Spoiler: mus  
Você sabe que eu te chamo
Eu te chamo ao telefone
Estou apenas desejando que você esteja em casa
Então eu posso ouvi-la

Quando você diz
Aquelas palavras para mim
E sussurra tão suavemente
Eu tenho que te ouvir

Porque querida estaremos
No drive-in
No Ford do meu pai
Atrás dos arbustos

Até eu gritar por mais
Lá embaixo no porão
Tranque a porta e garotinha
Fale sacanagem para mim

"C.C. pegue aquela guitarra e fale para mim" De code geass olha hauhaua

Spoiler: mus2  
Porque querida estaremos
No drive-in
No Ford do meu pai
Atrás dos arbustos

Até eu gritar por mais
Lá embaixo no porão
Tranque a porta e garotinha
Fale sacanagem para mim
Responder
 #65
Estamos Todos Bêbados
Matanza


Nós estamos todos bêbados
Bêbados de cair
E todos que não estiverem bêbados
Dêem o fora daqui

Lançava-se ao mar,
o comandante Nobrum
Passava o dia no barco pescando
mas nunca nos trouxe um atum
Tanta sabedoria e prática além do comum
Dizem que se atribuía
a várias garrafas de rum

Somos amigos em terra
Somos amigos no mar
Juntos fomos à guerra
Juntos estamos no bar

Nós estamos todos bêbados
Bêbados de cair
E todos que não estiverem bêbados
Dêem o fora daqui

O açougueiro sem dedo
que trabalhava no cais
Passava o dia fazendo piada
da falta que o dedo lhe faz
Dizia com riso amarelo: "Ouça bem meu rapaz,
Ao trabalhar com o cutelo nunca beba demais"

Somos amigos em terra
Somos amigos no mar
Juntos fomos à guerra
Juntos estamos no bar

Nós
Estamos todos bêbados
Bêbados de cair
E todos que não estiverem bêbados
Dêem o fora daqui

Marquade alimentava as caldeiras do velho vapor
A despeito do vento, sufocava o calor
O teto de ferro fundido, sol direto na chapa
Tudo já resolvido com duas garrafas de grapa.

Somos amigos em terra
Somos amigos no mar
Juntos fomos à guerra
Juntos estamos no bar

Nós
Estamos todos bêbados
Bêbados de cair
E todos que não estiverem bêbados
Dêem o fora daqui
Responder
 #66
Tempo Ruim
Matanza


Quero que a estrada venha sempre até você
E que o vento esteja sempre a seu favor
Quero que haja sempre uma cerveja em sua mão
E que esteja ao seu lado, seu grande amor


Spoiler:  
Tempo Ruim
Matanza

Ergam seus copos por quem vai partir
Longo será o caminho a seguir
Nada será como costuma ser
Nada vai ser fácil pra você

Não faça o mesmo que fez o seu pai
Não leve armas lá onde vai
Tantos eu já vi pagando pra ver
Não dá tempo de se arrepender
Nada que já não deva saber
Não há nada que não possa ter

Quero que a estrada venha sempre até você
E que o vento esteja sempre a seu favor
Quero que haja sempre uma cerveja em sua mão
E que esteja ao seu lado, seu grande amor

Eu me despeço de todos vocês
Muitos aqui não verei outra vez
Fora o inverno e o tempo ruim
Eu não sei o que espera por mim
Mas pouco importa o que venha a ser
Se eu tiver um dia a quem dizer

Quero que a estrada venha sempre até você
E que o vento esteja sempre a seu favor
Quero que haja sempre uma cerveja em sua mão
E que esteja ao seu lado, seu grande amor.
Responder
 #67
Eu Não Gosto de Ninguém
Matanza


Não me faça nenhum favor
Não espere nada de mim
Não me fale seja o que for
Sinto muito que seja assim

Como se fizesse diferença
O que você acha ruim
Como se eu tivesse prometido
Alguma coisa pra você
Eu nunca disse que faria o que é direito
Não se conserta o que já nasce com defeito
Não tem jeito
Não há nada a se fazer

Mesmo que eu pudesse controlar a minha raiva
Mesmo que eu pudesse conviver com a minha dor
Nada sairia do lugar que já estava
Não seria nada diferente do que sou

Não quero que me veja
Não quero que me chame
Não quero que me diga
Não quero que reclame
Eu espero que você entenda bem
Eu não gosto de ninguém
Responder
 #68
(03/01/2013, 19:40)anachan Escreveu: Eu Não Gosto de Ninguém
Matanza


Não me faça nenhum favor
Não espere nada de mim
Não me fale seja o que for
Sinto muito que seja assim

Como se fizesse diferença
O que você acha ruim
Como se eu tivesse prometido
Alguma coisa pra você
Eu nunca disse que faria o que é direito
Não se conserta o que já nasce com defeito
Não tem jeito
Não há nada a se fazer

Mesmo que eu pudesse controlar a minha raiva
Mesmo que eu pudesse conviver com a minha dor
Nada sairia do lugar que já estava
Não seria nada diferente do que sou

Não quero que me veja
Não quero que me chame
Não quero que me diga
Não quero que reclame
Eu espero que você entenda bem
Eu não gosto de ninguém

Filmado por mim ana...
Foi no Matanza Fest que teve aqui em Porto Alegre...upei soh pra te mostrar xD
É minha musica preferida deles ^^

Responder
 #69
Sakura Nagashi - Utada Hikaru

Fluxo da Cerejeira

Assistindo flores apenas caindo desabrochadas
"É muito cedo, este ano," você disse,
Em decepção, se arrependeu
Você é lindo

Se você pudesse me ver agora
Eu me perguntaria o que você está pensando
Eu, vivendo sem você

Todo mundo encontra o amor
No final...

Se você pode ouvir o grito do recém-nascido,
Soando e saudável. Ecoando na cidade que o proteje
Eu sei que você seria tão feliz...
São os passos que continuam depois de nós

Todo mundo encontra o amor
No final...

Eu não posso acreditar que eu nunca vou ver você de novo
Eu não lhe disse nada ainda...
Eu não lhe disse nada ainda...

Assistindo flores apenas caindo desabrochadas
As árvores estavam ali indefesas

No entanto com grande medo, eu não pude olhar para longe
Se no final de tudo, há amor...
Responder
 #70
(03/01/2013, 23:16)rktales Escreveu: Filmado por mim ana...
Foi no Matanza Fest que teve aqui em Porto Alegre...upei soh pra te mostrar xD
É minha musica preferida deles ^^

Link youtube: http://youtu.be/IgAeNk9qlMw

que fodaaaaaaaaaaaaaaaaaa *__________________*
Adoro essa musica também.... no show é só loucura qdo toca Icon_lol qdo eles fazem show em Curitiba eu costumo ir tb
Só mais uma pra fechar com outra clássica e das minhas favoritas Icon_lol


Ela Roubou Meu Caminhão
Matanza


Ela roubou meu caminhão
Ela roubou meu caminhão
Ela escreveu dizendo que não me agüentava mais
E foi embora com meu caminhão

Foi embora e me deixou aqui
Foi embora e me deixou aqui
Quando eu acordei e vi, meu caminhão não tava mais
E nunca mais na vida eu vou dormir

Eu que tinha até tatuado o nome dela
Eu pensava nela toda noite nesses dez anos
Que eu passei trancado naquela prisão
Essa foi demais! Isso não se faz!
Ninguém vai acreditar
Ela roubou meu caminhão

Ela já deve tá bem longe daqui
Ela já deve tá bem longe daqui
Daqui pode ter pego qualquer rodovia federal
E foi reto na reta até sumir

Só me pergunto o que é que aconteceu
Só me pergunto o que é que aconteceu
Ela ter ido embora tudo bem eu não tô nem aí
Perder meu caminhão foi que doeu

Eu que tinha até tatuado o nome dela
Eu pensava nela toda noite nesses dez anos
Que eu passei trancado naquela prisão
Essa foi demais! Isso não se faz!
Ninguém vai acreditar
Ela roubou meu caminhão

Sinceramente eu pensei que dessa vez fosse me regenerar
Trabalhando honestamente com uma esposa ali cuidando do lar
Uma vida bem normal pra envelhecer em paz
Mas se o destino quis assim agora tanto faz
Do bar não saio nunca mais

Ela roubou meu caminhão
Ela roubou meu caminhão
Ela escreveu dizendo que não me agüentava mais
E foi embora com meu caminhão
Foi embora e me deixou aqui
Foi embora e me deixou aqui
Quando eu acordei e vi, meu caminhão não tava mais
E nunca mais na vida eu vou dormir

Eu que tinha até tatuado o nome dela
Eu pensava nela toda noite nesses dez anos
Que eu passei trancado naquela prisão
Essa foi demais! Isso não se faz!
Ninguém vai acreditar
Ela roubou meu caminhão
Responder
Páginas (10): « Anterior 1 ... 5 6 7 8 9 10 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes