(2017Q2) - Sakurada Reset


Páginas (2): 1 2 Próximo »
13 respostas neste tópico
 #1
[Imagem: ahlATdq.jpg]

Ficha técnica:

Título alternativo: Sinônimo: Sagrada Reset | Japonês: サクラダリセット
Formato: TV
Gênero: Mistério, Super Poder, Sobrenatural, Escola
Site Oficial: http://www.sagrada-anime.com/
Estúdio: David Production
Diretor: Shinya Kawatsura
Supervisor do script: Katsuhiko Takayama
Character designer: Tomoyuki Shitaya
Data de estréia: 05/04/2017
Número de episódios: 24
Maiores informações: [MyAnimeList |AnimeDB | AnimeNewsNetwork | Wikipedia]
 
 
Citar:
A história da novel desenrola-se numa cidade chamada Sakurada onde quase metade da população possui alguma forma de poder especial. A história centra-se em dois alunos do ensino médio. Kei Asia que tem a capacidade de se lembrar perfeitamente de tudo o que vê e ouve, e Misora Haruki que pode voltar atrás ou “reiniciar” o tempo por um máximo de três dias.

Ambos os alunos são membros do “Clube de Serviço” da sua escola, que a administração da cidade usa para observar pessoas com poderes e proteger a paz. Usando os seus poderes juntos (Kei pode lembrar-se de coisas mesmo quando o tempo foi redefinido), eles resolvem casos para o clube.
Responder
 #2
Que horror esse anime.
Há premisas interessantes só que a execução, pavorosa.
Os personagens são um nojo, dos piores estereótipos dessa mídia.
Roteiro se resume aos personagens lendo da forma mais monótona que os dubladores são capazes o texto do autor explicando as ideias que teve para a história.
Frequentemente você vê animes de autores cheios das ideias e filosofias, mas esse foi demais.

E agora que vi no pôster, a disgramada vai mesmo cortar o cabelo.
Responder
 #3
Episodio 01

Para meu entendimento foi nessa ordem:

[Imagem: rC9giee.jpg]

me desculpem eu copiar um trecho não sendo meu, mas no caso é mesma coisa que eu pensei vendo o episodio!!
Responder
 #4
O problema desse anime não é não entender o que está sendo dito.
Que há buracos de informação que serão preenchidos pelos próximos episódios é óbvio, o episódio teve um salto de mais de 3 meses de uma cena para outra.
Mas esse não é o problema.
O problema é não querer saber e querer fugir de mais um minuto assistindo a algo com esses personagens, esses diálogos, essa direção.
Responder
 #5
Ep. 01

Vou esperar esse primeiro arco acabar para ter um veridito, afinal são 24 episódios. O que agradou bastante foi a OST.

Vi que saiu um filme em março disso e o novel tem reviews positivos.
Responder
 #6
Episódio #2
Continua insuportável.
É revoltante esse estilo, esses diálogos, esses personagens é ridículo, raras vezes se viu algo tão forçado e frio como isso.

Vou tentar para de falar disso, não há mais o que acrescentar e também não quero incomodar outros.

Sobre a Souma morrer não foi surpresa, estava sentindo que tinha algo errado com ela. No mínimo ela iria sair da cidade, mas depois que começaram aquelas cenas dela provocando o Kei e demonstrando que ela gostava dele e que não estava gostando de ver ele aproximar da Haruki apenas de estar agindo para juntar os dois... difícil não pensar que ela poderia fazer alguma besteira como se matar.
Essa morte só é relevante porque deixa a suspeita de que de alguma forma ela não era afetada pelo Reset da Haruki como os outros. Na primeira vez não se matou, na segunda quando o Kei beijo a Haruki ela decidiu se matar.

Enfim...

Agora o que eu realmente queria comentar.
Anteriormente disse que as ideias até que poderiam levar a histórias interessantes, que a premissa não era de jogar fora por mais que não tivesse gostado do episódio.
Agora com esse episódio minha opinião mudou um pouco. Não deixa de ser interessante por si, só que com essas histórias e com esses personagens, pra mi Sagrada Reset soa como uma história de Horror. O Kei se mostrou um protagonista do pior tipo, um justiceiro picareta que coloca à força sua moral e ética por cima das outras pessoas. Ele parece mais um vilão de um drama psicológico, o JRPG. A forma como ele diz que quer endireitar o mundo, pelo menos naquela cidade, usando o poder dele e tirando proveito do poder da Haruki soa muito como a formação de um futuro vilão (de JRPG).

[Imagem: 87vQImx.jpg]

Ele deve ser o robô a Souma fala, a terceira lei da robótica não diz que o robô coloca a vida dos outros acima da dele mesmo que isso o destrua? Vemos ele ameaçar se matar, ele é o robô, aposto.

Voltando a falar da vilanias dele, como que ele se dá direito e autoridade para decidir ali na hora o que era melhor para a Mari e a mãe dela? É compreensível que a situação seja complicada, afinal a Mari NÃO é filha da mãe dela. O pai ter ido embora estava no direito dele por mais que isso seja algo ruim de se fazer com a esposa, e ela não tinha obrigação de amar a Mari. Poderia tolerar, mas amar como a filha verdadeira dela era pedir demais.
O Kei se intromete da na história, decide por todos, coage a Haruki, manipula memórias e o tempo fazendo com que pessoas participem do plano dele antes de decidirem compactuar com o plano e para piorar ele faz algo terrível com a Mari e a (não) mãe dela. Ao invés de fazer a Kurakawa aceitar a Mari ele manipulou dela para fazer ela sentir o amor que sentiu pela filha e impedir de abandonar a Mari, enquanto a Mari é enganada sendo amada por quem ela não é. Uma hora esse amor pode enfraquecer como já aconteceu e a situação se repetir. O correto era conversar com a Kurakawa, fazer ela entender que a Mari era um ser vivo, uma criança como outra qualquer, e que amava e dependia dela. Alguém que ela poderia amar como se fosse uma filha, não como se fosse a filha forma.
O Kei é um psicopata.

[Imagem: UvfvJSv.jpg]

E Haruki decepcionou mais ainda fazendo do Kei a razão da vida dela, péssimo.


Talvez seja diferença cultural, mas vejo toda essa lógica como muito errada, a começar um moleque que conhece nada da vida, que vive em uma cidade pacata e sem problemas todo desiludido com as tristezas do mundo... paciência.
Responder
 #7
Ep. 02

[Imagem: Jpv05im.jpg]

Estou com sentimentos mixados disso. É o tipo de história que irá precisar de mais alguns episódios para montar uma idéia.

De qualquer forma, me libera a OST logo.  Pacman
Responder
 #8
Ep. 03

Ok, esse final foi estranho e pela OP a Souma ainda vai ter papel relevante na história.
Responder
 #9
Ainda sobre o último episódio, já que comentaram, fiquei irritado com essa história de Macguffin.
A garota solta essa informação para o Kei pensar, ele passa o episódio inteiro comentando sobre isso e o que poderia significar, é evidente desde o início que o gato é só uma desculpa para a mulher conseguir alguma coisa através dele e da amiga, insiste em continuar sendo feito de otário, começa a suspeitar de que algo mudou depois do reset, e ainda assim insiste em continuar engolindo a história, deixar alguma merda acontecer e depois ver o que faz, mesmo que o reset não possa mais reverter a situação...

Babaca.
Responder
 #10
[Imagem: IlbaNYI.jpg]

ESSA É A MELHOR CENA DE TODOS OS TEMPOS DA ÚLTIMA SEMANA?!!

Estava pensando, que agora posso dizer que talvez entendo porque é que o povo assiste uns certos animes ruins. É ruim que é bom, é algo hipinótico.
Responder
Páginas (2): 1 2 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes