Critérios de Avaliação, Quais os seus ?


Tópico em 'Discussões gerais' criado por chriss em 11/04/2014, 14:34.
Páginas (7): « Anterior 1 2 3 4 5 ... 7 Próximo »
69 respostas neste tópico
 #11
(11/04/2014, 15:34)llNoNickll Escreveu: Não sei porque você me citou, afinal eu não sou do grupo que gosta de tudo? HAHA!


Sempre prezei mais pelo fator divertimento que aspectos técnicos. Meu objetivo nunca foi ser critico da animação japonesa, mas se fosse tentar levar pela proposta do tópico:

1) Ser clichê não é necessariamente defeito, desde que tenha uma boa execução. Nunca espero a reinvenção da roda a cada obra (se vier... ótimo! Uma grata surpresa), mas sim uma boa execução/desenvolvimento dos elementos tidos como "clichê";

2) Ambientação e universo construído são pontos altamente positivos que podem me manter interessado em determinada obra, independente que a mesma peque em outras coisas;

3) OST é algo que reparo bastante, talvez até mais que animação e as "derp faces". Uma boa BGM ajuda demais na construção de determinada cena, então é algo que eu prezo (Pupa! usava uns efeitos tão toscos nas cenas que não tinha como levar minimamente sério Icon_lol );

4) Animação é algo relativo para mim, até porque relevo alguns defeitos desde que o resultado final do todo seja agradável. Só devo me importar mesmo com a fluidez das cenas de ação (quando existirem), mas nesse caso é porque animação + OST fazem toda a diferença na experiência (animação Naruto vs Pain seria o exemplo negativo mais clássico, ainda mais considerando que era a luta que tinha mais expectativa em muito tempo de Naruto por sinal, dropei o anime desde essa época de tão traumático que foi);

5) Gêneros são coisas que considero apenas como empurrão inicial, mas não sendo determinante para assistir/seguir com algo. Não ligo muito se é shounen-ai ou adaptação de otome game desde que a obra conseguiu prender minha atenção.

6) Personagens pesam, especialmente quando falamos sobre carisma e empatia, mas o desenvolvimento da história pode muito bem justificar as atitudes dele e torna-lós aceitáveis (mesmo que não concorde com as suas ações, se forem condizente com o rumo da história eu "aceito" bem). Uso o Shinji como exemplo master: odeio ele demais no anime, porém nunca desprezei sua importância para o enredo ou mesmo achei que ele tenha prejudicado minha recepção a Evangelion.


Sobre a nota, usando o MAL como referência, eu uso unicamente a satisfação durante o período que acompanhei. Se eu dou 10 para algo (Masterpiece) não significa que seja eu considere a melhor obra que tenha visto na temporada, mas sim a que (ou uma das que) mais me divertiu. Ou seja: aquela obra que você não notava o tempo passar e que te deixava ansioso pelo próximo episódio costumam ter as notas mais altas no meu MAL.

Porque você foi minha motivação a criar o tópico HAHA!


(11/04/2014, 15:20)Dragneel04 Escreveu: malz ae Icon_lol
li correndo o seu texto Icon_rolleyes

avalio a animação, o storytelling os personagens e a carga dramatica (se me fizer chorar ja ganha uns 9 no minimo Icon_lol)
se ele so me entreteu eu dou 7
mas se ele me ganhar tanto pelos personagens e pela historia é acima de 8
a nota final depende tbm do final do anime
tipo em nagi, ate o penultimo era 10 pra mim, porque no meu ponto de vista tava perfeito, mas no final deu aquela deslizada e baixei pra 9

De boa

Eu estou perguntando, porque no geral a galera sempre da nota aos animes, mas dar nota é quantizar a obra, então normalmente você cria critérios para essa quantização.
Responder
 #12
(11/04/2014, 16:00)chriss Escreveu: Eu estou perguntando, porque no geral a galera sempre da nota aos animes, mas dar nota é quantizar a obra, então normalmente você cria critérios para essa quantização.

Eu dou nota no MAL, mas raramente dou nota por aqui (pode ver meus posts de final de anime).

Como comentei ali em cima: minha nota do MAL é quase que totalmente baseada na satisfação ao final da obra, tanto que eu levo em conta muito mais os termos usado que os números (Masterpiece, Great, Good, Fine, Average, etc.)
Responder
 #13
(11/04/2014, 16:04)llNoNickll Escreveu: Eu dou nota no MAL, mas raramente dou nota por aqui (pode ver meus posts de final de anime).

Como comentei ali em cima: minha nota do MAL é quase que totalmente baseada na satisfação ao final da obra, tanto que eu levo em conta muito mais os termos usado que os números (Masterpiece, Great, Good, Fine, Average, etc.)

Mas já é um critério de quantização HAHA!
Responder
 #14
Eu não tenho um método muito confiável de julgamento, levo em consideração muitos fatores: como o enredo (principal), a animação, a direção, os personagens, a OST, e caso eu conheça a obra original, a qualidade da adaptação.

E procuro não julgar animes diferentes do mesmo jeito, tipo, tento ver o quanto ele se sai bem dentro da proposta dele.
Responder
 #15
(11/04/2014, 16:04)llNoNickll Escreveu: Eu dou nota no MAL, mas raramente dou nota por aqui (pode ver meus posts de final de anime).

Como comentei ali em cima: minha nota do MAL é quase que totalmente baseada na satisfação ao final da obra, tanto que eu levo em conta muito mais os termos usado que os números (Masterpiece, Great, Good, Fine, Average, etc.)

Também uso mais os termos que as notas numéricas, o número no MAL é consequência.

Mas não fico perdendo mto tempo nisso não e sou bem boazinha. Se cheguei até o fim, ao menos um 6 ou 7 leva.
Responder
 #16
Acho que nunca dei nota pra algum anime ou mangá, mo tempo pra fazer isso ai.
Responder
 #17
(11/04/2014, 16:38)anachan Escreveu: Também uso mais os termos que as notas numéricas, o número no MAL é consequência.

Mas não fico perdendo mto tempo nisso não e sou bem boazinha. Se cheguei até o fim, ao menos um 6 ou 7 leva.
Meu ponto de corte no mal também é 6 haha
Responder
 #18
Não gosto de dar notas. Como a @anachan, também uso alguns termos, mas é provável que eu exagere nos termos que uso em algumas obras.
Responder
 #19
(11/04/2014, 16:38)anachan Escreveu: Também uso mais os termos que as notas numéricas, o número no MAL é consequência.

Mas não fico perdendo mto tempo nisso não e sou bem boazinha. Se cheguei até o fim, ao menos um 6 ou 7 leva.

Também tento dar no mínimo 6 ou 7 para os animes que eu termino, as exceções são quando eles me dão raiva, como Samurai Flamenco e Chuunibyou Ren recentemente Icon_evil.

Sobre notas, queria o MAL tivesse casas decimais, pelo menos se tivesse de 0,5 em 0,5 já ajudaria bastante. Tenho muita coisa com 7 e 8, mas que são de níveis muito diferentes.
Responder
 #20
Tem que entreter em primeiro lugar...

O anime que não consegue convencer no primeiro episódio já tem problemas de roteiro, em minha opinião.
Claro que não é regra, pois há os animes filantrópicos onde a equipe não tá nem aí em convencer quem vai assistir logo de cara.

Mas não dá pra tratar todo anime como filantrópico, assim fica muito fácil falar que tudo é bom =p

Porém o caso do Japão é complicado, o pessoal lá assiste animes por razões muito aleatórias e questionáveis... isso influi nos números das vendas, que tanto reclamamos.

É por aí.

(11/04/2014, 15:05)Ton Tavares Escreveu: Essa questão pra mim é fácil, tudo depende de diversão, expectativa criada para o resto dos episódios seguintes(cito Mahouka aki), se a história é no mínimo interessante ou capaz de se tornar interessante, e por fim carisma dos personagens. Animação e caracter design acho q é digno de nota mas não tem tanto peso como alguns daki dão (10% no máximo).

Sobre os gêneros, comédia acha que é um caso a parte, comédia é algo mto pessoal, se me faz rir, mas não é garantia q faça vc tbm rir. Ganha mais a comédia q faz o máximo de pessoas se divertirem assistindo nesse caso. Se o gênero se propõe a ser sério aew eu sou bem mais exigente e não aguento mtas obviedades nos personagens e aqueles diálogos toscos q surgem da hora para a outra (sim vc mesmo Gokukoku no Brynhildr com suas conversas idiotas no primeiro episodio).

Buddy complex.

Citar:Por fim, um dos pontos q mais me irrito com animes e é um dos principais motivos q baixo bastante a nota é os finais . Já disse aki q japas não sabem finalizar suas histórias e quanto mais o tempo passa mais me convenço q é a verdade, exemplos não falta de animes q seguem bem e na reta final é um horror. Final dos animes pra mim é 40%, se acaba bem é garantia de ter uma boa nota da minha parte.

Aí ou você se acostuma ou parte pros mangás/vn. Maioria prefere o primeiro por preguiça de ler =p

Anime geralmente tem final ou aberto ou inventado.
Outros tipos são exceção, infelizmente.

Bem, há as obras totalmente originais também, claro.

(11/04/2014, 15:34)llNoNickll Escreveu: Não sei porque você me citou, afinal eu não sou do grupo que gosta de tudo? HAHA!


Sempre prezei mais pelo fator divertimento que aspectos técnicos. Meu objetivo nunca foi ser critico da animação japonesa, mas se fosse tentar levar pela proposta do tópico:

1) Ser clichê não é necessariamente defeito, desde que tenha uma boa execução. Nunca espero a reinvenção da roda a cada obra (se vier... ótimo! Uma grata surpresa), mas sim uma boa execução/desenvolvimento dos elementos tidos como "clichê";

2) Ambientação e universo construído são pontos altamente positivos que podem me manter interessado em determinada obra, independente que a mesma peque em outras coisas;

3) OST é algo que reparo bastante, talvez até mais que animação e as "derp faces". Uma boa BGM ajuda demais na construção de determinada cena, então é algo que eu prezo (Pupa! usava uns efeitos tão toscos nas cenas que não tinha como levar minimamente sério Icon_lol );

4) Animação é algo relativo para mim, até porque relevo alguns defeitos desde que o resultado final do todo seja agradável. Só devo me importar mesmo com a fluidez das cenas de ação (quando existirem), mas nesse caso é porque animação + OST fazem toda a diferença na experiência (animação Naruto vs Pain seria o exemplo negativo mais clássico, ainda mais considerando que era a luta que tinha mais expectativa em muito tempo de Naruto por sinal, dropei o anime desde essa época de tão traumático que foi);

5) Gêneros são coisas que considero apenas como empurrão inicial, mas não sendo determinante para assistir/seguir com algo. Não ligo muito se é shounen-ai ou adaptação de otome game desde que a obra conseguiu prender minha atenção.

6) Personagens pesam, especialmente quando falamos sobre carisma e empatia, mas o desenvolvimento da história pode muito bem justificar as atitudes dele e torna-lós aceitáveis (mesmo que não concorde com as suas ações, se forem condizente com o rumo da história eu "aceito" bem). Uso o Shinji como exemplo master: odeio ele demais no anime, porém nunca desprezei sua importância para o enredo ou mesmo achei que ele tenha prejudicado minha recepção a Evangelion.


Sobre a nota, usando o MAL como referência, eu uso unicamente a satisfação durante o período que acompanhei. Se eu dou 10 para algo (Masterpiece) não significa que seja eu considere a melhor obra que tenha visto na temporada, mas sim a que (ou uma das que) mais me divertiu. Ou seja: aquela obra que você não notava o tempo passar e que te deixava ansioso pelo próximo episódio costumam ter as notas mais altas no meu MAL.

Ou seja você é muito otaku lol
Responder
Páginas (7): « Anterior 1 2 3 4 5 ... 7 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes