Random & Custom - Capítulo 1.1.2


Tópico em 'Fanfics & Fanworks' criado por jasque em 24/01/2014, 18:58.
Páginas (2): 1 2 Próximo »
13 respostas neste tópico
 #1
Do mesmo criador da fanfic sucesso de crítica “Rebuild of Oreimo”.

"Essa história não é muito popular, me pergunto o que podemos fazer para salvá-la... Se bem que, na verdade, o capítulo 2 já está escrito então não tem muito o que se fazer." - reclama Custom.

"Qual tal se começássemos por parar de abusar da quarta parede? Uma hora isso cansa, não?"-sugere Random.

 “Chegamos a usar ela tanto assim? De qualquer forma eu sei do que precisamos por ora: de um recap para situar quem não está a fim de ler o primeiro capítulo a esta altura.” 

“Um recap já no segundo capítulo? De fato somos bem pretensiosos...”

No primeiro capítulo de Random & Custom...

Os personagens principais dessa história se chamam (dã) Random e Custom.

Random é o aleatório. É aquela pessoa que desaparece, passa despercebida, na multidão. Ou seja, facilmente levado pela maré da vida. Seu objetivo de vida é que todas as pessoas sejam iguais. Seu nome verdadeiro é Randômico Aleatório.

(peraí, o nome era outro não?)

Custom, uma garota, é a personalizável. É uma pessoa marcante, ao contrário de Random. Quer deixar a sua marca em tudo, por isso se veste diferente das outras pessoas, cria tendências. Sonha em ser famosa. Seu nome verdadeiro é Customizável Personalizável.

No primeiro capítulo nossos heróis já chegaram chegando em um torneio de artes marciais organizado por Señor Abravanel. Abravanel fala em um portunhol forçado e está sempre acompanhado de seu assistente, Lombradi. É o personagem mais popular até agora, mas isso não vem ao caso. Ele usa um sombrero voador e um microfone na gravata.

Os participantes do torneio passaram pela primeira prova, onde eles deveriam quebrar um coco e tirar um papel com um número que tivesse dentro. O número corresponde a uma das 34 posições na chave do torneio.
A primeira luta foi Custom contra o Homem Chiclete.

O homem chiclete trouxe muita dificuldade para nossa heroína, pregando ela fora da arena de batalha. Mas ela conseguiu derreter o chiclete com uma magia de fogo, e virou o jogo partindo o adversário em 2.
Homem chiclete foi levado para uma fábrica de chicletes para ser reconstruído, logo essa ainda não foi a primeira morte desta história.

(eu nunca me lembro quando se deve usar ‘desta’ ou ‘dessa’ então eu escolho aleatoriamente um dos dois)

Após pularmos a luta de Noob Looser e India Ghandi por não dar ibope, foi a vez da estréia de Random contra Leonardo Fibonacci, famoso matemático europeu da Idade Média.

Random enganou Fibonacci e seus cálculos, o que fez com que ele apanhasse de seus vários clones. O autor fez mais uma intervenção desnecessária e levou um tiro a queima roupa de Custom, aparentemente indo desta para melhor.

Após a vitória de Random, o torneio avança para a próxima fase. Para esta fase foram formados trios entre os 17 participantes que restaram.

Temos um novo sorteio e o time Random-Custom, que tem agora a adição de Noob Looser, deverá enfrentar o time Helmet.

E finalmente...

Estágio 1 - Lutar! 
  • Sessão 1.2: Flawless Victory.

Versão brasileira: Gota Mágica, São Paulo.

O time Helmet é composto por Constructor Civil, Paintball Shooter e Paramedician.

Enquanto o time Random-Custom conta com  Randomic Map Randômico Aleatório, Customia Campaign Customizável Personalizável e Noob Looser. Nessa fase armas serão permitidas, ok?

“Não param de surgir regras...”- reclama Random.

Parece que os times já escolheram quem vai começar. Será: Constructor Civil vs Noob Loser! Quem vai vencer?

Noob Looser suspira.

Ao centro... comecem! C***rluta de submissão!

Constructor Civil ri e debocha de seu oponente e em seguida tira alguns pregos de seu bolso e os faz levitar.
Noob pega sua espada e escudo de madeira.

Constructor Civil ataca com pregos voadores!

Mas o que é isso? Os pregos param antes de atingir o participante Noob! Será essa sua habilidade?

“Tô vivo?!”
“Não gosto de ganhar fácil. Se eu quisesse, você já estava morto.”

“Ah, valeu.”
“Também sou misericordioso. Você pode desistir. Se não, serei obrigado a espetá-lo com mil pregos.”

“Sua proposta é muito tentadora, admito.”
Constructor Civil afasta um pouco os pregos.

“Mas!” – exclama Noob.

Constructor Civil faz os pregos se aproximarem lentamente de Noob.
“Há uma coisa importante que não posso esquecer jamais.”

“E o que é?”
“Amizade.”

“PUTZ! – Constructor civil leva a mão ao rosto em um belo facepalm.
“Quando essa história ficou tão clichê hein? Tá parecendo sh*nen *ump! Agora que me deu vontade de te matar!”

“Ouça!" – diz Noob em voz alta.
“Random e Custom me acolheram mesmo eu sendo um fraco. Eles estão assistindo. Não posso decepcioná-los, jamais!”

“Ha! Eles são seus amigos? E estão assistindo? Não são aqueles dois jogando jokempo bem ali?”
“Droga, você sempre ganha de mim.”

“É que você pôe pedra sempre hehe.”- debocha Custom.
“É que eu adoro pedras... Noob, não escute ele, estamos assistindo sim!”

Noob aumenta seu ki e levanta a espada(de madeira) para o céu, como o Zeld*. 
Mas mesmo assim, os pregos voadores espetam ele todo. Que belo espetáculo sádico...

“Amizade? Ouça, meu caro, quando menos você esperar eles te deixarão na mão. Anote essas palavras.”
“Eu falei que ele era fraco demais, Custom!”

“E papel ganha de pedra. 99 a 0.”
Random chora cachoeira de lágrimas.

“Na minha vida sempre me desconsideraram. Me tratavam como se eu nem estivesse lá.”
“Outro Flashback?”

“Não, ele não é um personagem tão importante para isso...”-lembra sabiamente Random.
“Entendo... Mas vamos fazer uma pausa no jokempo.”

“Ok...Sabe jogar damas?”
“Achei que você viria com algo mais aleatório, como xadrez chinês...”

“Sr. Random e Sra. Custom se importam comigo, apesar de fingirem que não.”- diz Noob visivelmente irritado.
“Ah, a quem estou querendo enganar? De qualquer forma, mesmo que eles ignorem minha existência, vou me esforçar para ser útil em algo.”

“Então morra Seiy*, seu viadinho! Chuva de mil pregos! Full energy!”
Aqui originalmente tinha uma interrupção desnecessária do autor, mas vamos ignorar.

Constructor ataca com sua chuva de pregos novamente! Noob fica ainda mais espetado dessa vez.
Noob tenta levantar.

“O que? Ele ainda está vivo?!”
“Me levantarei não importa quantas ve-...”

Noob desaba no chão, derramando muito sangue.
Noob não está mais em condições de lutar. Constructor Civil é o vencedor!

Customizável observa a cena bastante irritada.
Constructor Civil a encara com um enorme sorriso.

“Chong Li, Chong Li! Diga patê!”
“O que?!”-ainda mais irritada, Custom encara Random após seu comentário infeliz.

“Nada, nada. Não foi boa hora pra piada de um filme tão antigo...”
“Vocês! Eu sou Paramedician, do time Helmet. Sou um médico nas horas vagas. Já aconteceu muito isso, seu amigo ficará bem. Mas recomendo muitíssimo que desistam. Porque o próximo ataque dele, acreditem, será para matar.”

“Random, se você abrir a boca pra fazer piada agora eu te mato antes de ele te matar.”
“Mas eu só tava...”

“E sinto muito, Seu Médico, mas eu vim aqui pra lutar e eu vou lutar. O próximo golpe é para matar? Não me importa um honorável pouquinho. Eu adoro desafiar a Morte.”
Ouve-se o som de várias pessoas falando ao mesmo tempo.
“Amizade...”- Constructor olha para o horizonte.

“Flash! Flash! Flashback! (essa vai ser boa)”- cantarola Random uma música que ele mesmo inventou.

No flashback ao fundo, vemos uma viga cair em cima de Constructor, quando ele ainda era um construtor normal.

“Eu bem poderia ter morrido naquele acidente. Mas nenhum deles, nenhum, sequer me visitou no hospital. Porque precisavam terminar aquela maldita obra dentro do prazo...”

“Amigos que nada. Todos só querem ter dinheiro no bolso. Mas eu dei a eles uma lição: destrui a obra, matando todos eles, usando meus poderes adquiridos no acidente(acho que a viga era radioativa).”

“Você é muito idiota.”
“Como?”- Constructor fica surpreso com a interrupção de Custom.

“Não ouviu? I-di-o-ta. Seus companheiros queriam terminar a obra antes que você se recuperasse, em 3 meses. Trabalharam noite e dia sem parar para isso. Eles sabiam o quanto aquela obra era importante para VOCÊ e para todos eles.”
“Hahahaha. E como você pode saber disso?”

“Eu não sei.”
Custom sorri entrando na arena.

“Juro que não sei de nada. Mas por um amigo meu, era isso que eu faria.”
“Interessante. Muito interessante. Interessantíssimo. Caso me vença, jovem, comprarei sua teoria e pode apostar que pagarei por meus crimes.”

Custom aumenta seu ki cheio de ódio.

“Vai pagar por eles no hospital? Porque pelo que você fez àquele pequeno, eu vou ter que te mandar para a UTI! Ou IML, depende tudo de você.”

UTI: Unidade de terapia intensiva.
IML: Instituto Médico Legal. É onde se fazem autópsias e laudos de cadáveres.

(haha essas explicações são muito idiotas)

“Chuva de pregos!”
O ataque vai em direção de Custom, mas...

“Oh não! Meus pregos! Derreteram!”
“Pode vir quente que eu estou fervendo!”- se empolga Custom, para logo fazer uma observação.

“Entendi o que o Noob queria aquela hora. Ele queria mostrar  o golpe do adversário pelo máximo de tempo, para quem o substituísse pensasse em como derrotá-lo.”
“Haha, noob demais ele se foi isso que ele pretendia. Porque eu tenho vários outros golpes mais fortes, prepare-se! Canhão de cimento!”

“Vamos ver!”
Custom desaparece e o tiro do canhão erra o alvo.

“Aonde está?!”
“Ohhhh!”. A platéia parece impressionada.
Vejam! Ela vem vindo!

“Por onde?!” – Constructor estava desorientado.
Antes de se dar conta, Custom cai do céu e pega Constructor pelas costas, e o arremessa  contra a parede.

Acabou a luta?! Começarei a contagem, por via das dúvidas. De...
Uma enorme explosão. Antes de a contagem começar, Constructor ja estava de pé na arena. Agora sem seu capacete e bem furioso.

“Arma de medir!”
Contructor pega uma régua gigante dobrável em uma mão e uma linha com um peso na ponta, na outra mão.
“Você não desiste nunca!”

“Sou br.”
Ele ataca com o peso, mas Custom desvia.

“És ágil. Mas!”
Constructor consegue amarrar a linha no pé de Custom e a derruba.
Em seguida, ele avança e a ataca com sua régua.

Custom agarra a arma com as duas mãos
“Essa... régua... corta como uma espada japonesa...”

Custom com muita dificuldade destrói a régua com as mãos.
“Minha espada régua! Mas custou seu braço, hehehe.”

“E daí? Mostre-me o resto de suas técnicas, não estou nem um pouco intimidada.”
“Lá vai.  Carrinho de mão!”

Constructor invoca um carrinho de mão, entra na posição de ataque, pega impulso e atropela Custom.
“Chega dessa palhaçada! Quem escreveu essa história?”
(...)

Constructor investe mais uma vez com seu carrinho. Custom pula dentro do carrinho, que desliza e bate a roda no queixo de Constructor.

Custom voa no ar e desce com um chute como se fosse um cometa.

C-c-c-custom-m-m!
“Custom kick!”

Custom caminha, intacta, saindo da explosão.
“Valeu!”

Custom venceu!
“Nossa... Gostei dessa garota.”- comenta Paramedician.

Surge Paintball, o outro membro do trio, com uma sombra do capacete escondendo o rosto. Ele encara Paramedician.
“Virou a casaca é?”

“Sei lá, eu só não gostava dele mesmo.”
“Maldito... eu serei o próximo. Depois que eu limpar todo esse lixo, resolveremos nossas desavenças.

“Hahahaha. Boa sorte, garoto. Mal posso esperar.”
“Tsc, carinha desagradável...”
A próxima luta é: Custom vs Paintball Shooter!

“Você consegue continuar, Custom?”- Random se preocupa com sua companheira.
“É só um braço machucado, não vai fazer falta.”

“Paintball... algo me diz que isso não vai terminar bem.”-profetiza Random.
Continua no próximo episódio.

Oi eu sou a Yayoi Aoba! Ah, essa história não vai ter mais resumo do próximo capítulo... Que pena, fica pra próxima. Até mais, amigos!
O próximo capítulo de Raaandom e Custom “Zeee” serááá....


Sessão 1.3 – O espaço-tempo-continuo!

(Sinto muita vergonha alheia de mim mesmo com esta história, apesar que admito que ela tem seus momentos)
Responder
 #2
Mais bem escrito que SAO Icon_lol
Responder
 #3
(24/01/2014, 19:14)chriss Escreveu: Mais bem escrito que SAO Icon_lol

Coitado do Kawahara.
Responder
 #4
(24/01/2014, 19:17)jasque Escreveu: Coitado do Kawahara.

Depende de como você interpretar Icon_lol
Responder
 #5
(24/01/2014, 19:14)chriss Escreveu: Mais bem escrito que SAO Icon_lol

Só me recordo que teve alguém no Skype que encheu a boca falando que faria um fanfic (ainda tenho esse histórico aqui) e até agora nada. Mas fazer o que se tal indivíduo só sabe ficar na conversa fiada Icon_rolleyes
Responder
 #6
(25/01/2014, 00:27)llNoNickll Escreveu: Só me recordo que teve alguém no Skype que encheu a boca falando que faria um fanfic (ainda tenho esse histórico aqui) e até agora nada. Mas fazer o que se tal indivíduo só sabe ficar na conversa fiada Icon_rolleyes

Preguiça me venceu Icon_lol
Responder
 #7
(25/01/2014, 00:28)chriss Escreveu: Preguiça me venceu Icon_lol

Isso ou a resposta do Reki provou ser "It's Super Effective!" em você HAHA!
Responder
 #8
(25/01/2014, 00:28)chriss Escreveu: Preguiça me venceu Icon_lol

Sua fic vai ser sobre o que?

Eu incentivo qualquer um aqui a escrever.

afinal a pasta deve ser movimentada


Tipo qualquer shinji consegue escrever uma história.
Responder
 #9
(25/01/2014, 00:29)llNoNickll Escreveu: Isso ou a resposta do Reki provou ser "It's Super Effective!" em você HAHA!
Preguiça mesmo eu sou preguiçoso tanto qeu estou traduzindo até hoje Gj-Bu Icon_lolIcon_lol

(25/01/2014, 00:30)jasque Escreveu: Sua fic vai ser sobre o que?

Eu incentivo qualquer um aqui a escrever.

afinal a pasta deve ser movimentada


Tipo qualquer shinji consegue escrever uma história.
Sobre Jogatinas, Bromance e Mafia num cenário da década de 20 Icon_lol
Responder
 #10
(25/01/2014, 00:34)chriss Escreveu: Preguiça mesmo eu sou preguiçoso tanto qeu estou traduzindo até hoje Gj-Bu Icon_lolIcon_lol

Sobre Jogatinas, Bromance e Mafia num cenário da década de 20 Icon_lol

Vai ter yaoi?

Escrever algo sobre passado deve dar trabalho

A não ser que seja coerente como samurai champloo
Responder
Páginas (2): 1 2 Próximo »

Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes